Devidos as chuvas no RS as entregas podem sofrer atrasos
Meu carrinho
0
Seu carrinho está vazio
O que você está procurando?
x

Dicas

Tamanhos de roupa de bebê: saiba como escolher!

Publicado em 17.04.2024 |
Visualizações
17 visualizações

Oie! Tá com dúvidas sobre quais os tamanhos de roupas escolher para o seu pequeno?

Saiba que isso é mais comum do que se imagina e agora vamos dar algumas dicas que vão te ajudar. Confira!

As regras da ABNT para tamanhos de roupas dos bebês

A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) tem uma tabela para padronizar os tamanhos de roupas de bebê.

Ela é interessante justamente pelo fato de auxiliar fabricantes e consumidores na hora de comprarem os produtos.

  • PP — Recém-nascido (até 50 centímetros e 5 quilos);
  • P — Até 3 meses (até 62 centímetros e 6 quilos);
  • M — 3 a 6 meses (até 66 centímetros e 8 quilos);
  • G — 6 a 9 meses (até 72 centímetros e 9 quilos);
  • GG — 9 a 12 meses (até 75 centímetros e 10 quilos).

Porém, é importante saber que essas medidas de roupas não são obrigatórias, elas são apenas uma referência.

Então, é possível encontrar variações em todo mercado, especialmente quando as marcas têm os próprios padrões ou são estrangeiras.

Ainda assim, para trazer uma experiência diferenciada para o público, é legal ver as marcas que já incluem as descrições dos produtos no próprio site.

Isso ajuda na escolha do tamanho das roupinhas que farão parte do enxoval do bebê e do guarda-roupa das crianças.

Se quiser entender melhor sobre as medidas de roupas da ABNT, clique no link.

Mas, como escolher o tamanho de roupa certo para seu bebê?

mae olhando os tamanhos de roupas para bebe

Sabemos que existe uma referência nacional, mas como podemos acertar na compra ou uso das medidas das roupas para os bebês?

1 - Meça o tamanho do seu bebê

bebe ao lado de fita metrica

A altura e o peso do bebê são vistos nas consultas pediátricas de rotina.

Mas, ao avaliar a tabela de tamanhos de roupas infantis, a altura indicada não é o comprimento total, conforme mensurado nos médicos.

Afinal, a roupa não vai da cabeça aos pés na maioria das vezes.

A altura que você precisa encontrar é a medida do comprimento da roupinha, do início ao fim da peça e não na totalidade da altura dos bebês.

Por exemplo, no caso de um macacão, ele será maior devido à medida que vai do ombro até o pezinho.

Mas, no caso de um body, é preciso medir do ombro até a virilha.

Já a largura das roupas é a medida da barriguinha dos bebês.

Neste caso, a recomendação é usar a maior circunferência encontrada, de modo que as peças fiquem confortáveis e não apertadas.

2 - Meça as outras roupas do seu bebê

Pegue roupas que o seu bebê já tenha usado e que seja perfeita quando o assunto é o tamanho. Então, é só medir a altura e a largura. ;)

Um ponto interessante é fazer isso comparando peças iguais. Isso porque existem as roupas mais indicadas para cada fase das crianças.

Para os bebês, bodies, conjuntinhos, shorts, macaquinhos e vestos de tecidos macios e confortáveis são bastante comuns.

Para crianças com mais de 1 ano, macacões divertidos podem ser escolhas superlegais.

Nas páginas de produtos da Alenice, a chance de acertar é ainda maior porque a tabela de medidas traz diferenças nas roupas de bebês, de meninas e de meninos.

Além de fornecer informações sobre tamanho, idade, altura, tórax, cintura e quadril.

Se o bebê ainda não nasceu, use a tabela de tamanhos

mae olhando o tamanho da roupa do bebe enquanto pai monta berco

A pergunta sobre os tamanhos de roupas infantis também pode acontecer caso os bebês ainda não tenham nascido, o que é comum na montagem do enxoval.

Nestes casos, é preciso ter um guarda-roupa com várias peças de tamanhos diferentes, do PP ao GG.

Nessa hora, também vale ter em mente algumas informações.

A primeira é a de que pode haver uma diferença de 2 cm para mais ou menos, por conta das costuras que podem ser por máquinas ou manuais.

Além disso, alguns tecidos esticam mais e outros menos.

Até o biótipo dos bebês impactam no tamanho das roupinhas, sabia?

Conforme a formação de tórax, quadril, cintura, ombros e outras partes do corpo, é possível que as medidas da ABNT não sejam adequadas para todas as criaturinhas.

Logo, é muito mais comum do que se pensa encontrar bebês de 3 meses que usam uma peça no tamanho G.

Assim como outro bebê de 3 meses que fique mais confortável em outras medidas, como PP, P ou M.

E está tudo bem, lembre-se que são apenas referências.

De todo modo, isso explica a importância de ter vários tamanhos disponíveis na bolsa maternidade e no armário do bebê, de modo que a adaptação seja mais simples e segura partindo desse estoque e variedade de opções de tamanho.

Dica extra: escolha sites com facilidade na troca e devolução

Por fim, considere que a compra online é uma ótima ideia para as roupinhas infantis, ainda mais em e-commerces confiáveis, que possuem selos de segurança e política de troca ou devolução.

Isso porque todo consumidor tem até 7 dias para solicitar esse serviço.

Então, por mais que você tenha estudado os tamanhos de roupas de bebês, além de tirar as medidas, pode ser que o produto não seja o ideal para os pequenos e pequenas.

Nessa hora, é importante ter respostas rápidas e regras que garantam o seu direito.

Outra dica fundamental é ler as avaliações dos usuários que já compraram naquele site.

Essas opiniões fornecem dados e informações valiosas sobre as roupinhas, inclusive, acerca do ajuste real delas em tamanhos e medidas.

Gostou deste material sobre como acertar nos tamanhos de roupas?

Estamos aqui para auxiliar nas melhores decisões, garantindo o conforto que os bebês merecem.

Compartilhe o conteúdo com outros papais e mamães para que eles também acertem nas medidas.

Aceite os cookies e tenha uma melhor experiência em nosso site, consulte nossa Política de Privacidade.