Devidos as chuvas no RS as entregas podem sofrer atrasos
Meu carrinho
0
Seu carrinho está vazio
O que você está procurando?
x

Dicas

Desfralde: 10 dicas essenciais para um processo tranquilo.

Publicado em 05.04.2024 |
Visualizações
5.374 visualizações

O desfralde costuma gerar dúvidas na vida das mamães, papais e responsáveis pelas crianças.

Mas, é uma fase que acontece mais cedo ou mais tarde. Por isso, nada melhor do que se antecipar para saber como lidar com esse momento.

Confira!

Como saber se a criança está pronta para o desfralde?

criança com os pes e as mãos apoiadas no chão

É importante considerar que cada bebê tem o próprio tempo para se desenvolver. Mesmo assim, é possível incentivar determinadas ações.

Nesse contexto, uma pergunta que muita gente faz é: como saber se a criança está pronta para o desfralde?

A melhor resposta é a que menciona a análise da capacidade para controlar a vontade de fazer xixi ou cocô.

Se a criança ainda não tiver essa habilidade, as tentativas não vão ter um resultado positivo e muitas roupas ficarão molhadas e sujas durante o dia e a noite.

Quando é possível notar essa diferença?

  • Conseguem subir 5 degraus da escada sem apoiar em nada;
  • Ao usarem fraldas, elas ficam limpas por longo tempo sem xixi nem cocô.

Também vale a pena saber que esse autocontrole pode variar a partir dos 18 meses e até os 5 anos.

Ou seja, somente depois dos 5 anos há motivos para se preocupar.

Inclusive, faz muito sentido avaliar esse ponto para que não se crie nenhum tipo de trauma nas crianças.

Quando os pais tentam desfraldar e os pequenos ainda não conseguem ter controle do xixi e do cocô, isso pode causar inseguranças e ansiedade.

Então, quando começar o desfralde?

Depois de entender essa fase, os pais podem começar a incentivar as crianças a não usar mais a fralda durante o dia e, depois de algum tempo, durante a noite.

Ainda que não exista uma regra, geralmente o desfralde começa quando os bebês completam 2 anos.

Mais do que considerar a idade, vale a pena se atentar: esse é um processo que não acontece rapidamente — mesmo que os pais queiram muito.

Em alguns casos, pode demorar meses, talvez anos. Por isso, ficar de olho nas dicas abaixo é importante.

E já podemos adiantar! Deixe todos os momentos tranquilos e divertidos para os bebês.

Ensinar através do medo não é saudável, longe disso, esse tipo de tratativa pode causar traumas para o resto da vida.

Por isso, o caminho é incentivar, apoiar e estar lado a lado em cada fase.

10 dicas para desfraldar o bebê de forma tranquila

criança no banheiro iniciando o desfralde

Neste tópico, criamos um guia com as principais dicas para incentivar as crianças no desfralde para o processo acontecer de maneira mais tranquila e saudável.

1 - Saiba se a criança está pronta

As crianças precisam ter controle sobre os esfíncteres, responsáveis pela eliminação do cocô e do xixi.

É a partir desse domínio que se inicia o processo. Sabendo disso, confira as próximas dicas!

2 - Faça o processo aos poucos

Fazer o processo aos poucos é diferente de tirar a fralda e esperar que uma mágica aconteça.

Comece deixando as crianças sem fralda por algumas horas.

Mesmo que sujem as roupas, elas vão identificar as necessidades, iniciando o desfralde.

3 - Crie uma rotina para ir ao banheiro

Outra dica que faz muito sentido é criar uma rotina que envolva a ida ao banheiro de forma frequente e em horários pontuais, como: ao acordar, antes de dormir, etc.

Isso faz com que elas descubram o poder que têm no controle do xixi e do cocô.

4 - Treine pelo exemplo

Dando sequência à dica anterior, saiba que o exemplo é a melhor forma de incentivar as crianças a irem ao banheiro.

Se lembre que os bebês aprendem observando. Por isso, abra espaço para que se orientem a partir dos seus passos e ações.

5 - Use recompensas e incentivos

O uso de recompensas e formas diferentes de incentivar é superinteressante. Aqui, o conceito não é o de “chantagear” a criança ou “ameaçá-la”.

Longe disso, o segredo está em mostrar que estão no caminho certo, de modo que se sintam motivadas e cada vez mais confiantes.

6 - Incentive o uso do penico

Se há convicção de que chegou a hora certa do desfralde, usar o penico é automático no processo, já que o vaso sanitário não é recomendado para as crianças menores.

Além do penico, há alternativas, como cadeirinhas. O importante é ter o lugar apropriado para isso.

7 - Evite o uso de roupas desconfortáveis

Durante a fase do desfralde, saiba que os escapes serão comuns, ainda mais no começo do processo.

O que significa que as trocas serão constantes. Por isso, opte por uma roupa infantil confortável e que seja prática para ser substituída.

8 - Invista em roupas íntimas infantis

Uma ótima ideia, que pouca gente considera, mas faz muito sentido, é começar a incluir as peças íntimas no vestuário das crianças.

Cuequinhas e calcinhas são exemplos disso, de modo que elas comecem a entender uma possível substituição pelas fraldas.

9 - Inclua a criança nas escolhas

Mais uma ótima referência para o desfralde mais tranquilo: dar às crianças o poder da escolha.

Chame os pequenos para comprar os produtos e/ou deixe eles escolherem o que querem vestir. Isso incentiva e aproxima!

10 — Aposte em músicas e livros

Existem muitos livros e tantas músicas que falam desse assunto de uma forma mais leve, divertida e que ensinam o público infantil sobre o tema.

Logo, é uma boa escolha para as crianças entenderem e aprenderem mais sobre esse comportamento.

Converse, converse e converse sobre o desfralde!

pai e filho conversando


Para terminar, uma dica extra. A conversa sempre será uma ótima forma de incentivar o desfralde e outros comportamentos das crianças.

Por vezes, elas podem até evitar o assunto, mas com jeitinho, inclua o tema no assunto da família. Fale sobre isso.

Um erro comum é evitar os assuntos que geram certo constrangimento, como do xixi, cocô e do uso das fraldas.

Mas, a verdade é que com paciência e empatia dá para conseguir informar os pequenos e as pequenas sobre a importância da nova fase da vida.

Aceite os cookies e tenha uma melhor experiência em nosso site, consulte nossa Política de Privacidade.